Nos últimos anos, a TI tem se tornado mais sensível e importante nas organizações. E não é à toa. Diversos setores têm adotado ferramentas e processos automatizados e, com isso, a resposta da tecnologia de informação deve ser mais rápida e eficiente. Nesse cenário, o gestor da área de tecnologia deve adotar medidas de otimização de processos que atendam às demandas geradas pelas demais áreas de forma rápida e eficiente.

Vamos te mostrar 6 ferramentas que vão auxiliar e agilizar bastante os processos do time de TI. Confira:

1. Adote um ERP eficiente

Adotar um ERP é um passo importante para qualquer corporação. Além dos benefícios já conhecidos para a empresa, o setor de TI sai ganhando por ter que dar suporte a um único sistema. Além disso, a relação com fornecedores é simplificada pela redução de empresas terceirizadas.

2. Use e abuse da nuvem

A computação na nuvem já é uma realidade em diversas empresas e nichos de mercado. Com ela, fica mais fácil integrar equipes, compartilhar documentos e agilizar processos.

E as vantagens não param por aí! Serviços como o do active directory, data centers, banco de dados e até máquinas virtuais podem ser encontrados e adotados a um preço bem menor do que a criação de toda esta estrutura dentro da empresa.

3. Dê um tunning na equipe com metodologias ágeis

Para setores que trabalham com projetos e desenvolvimento de software, uma ferramenta poderosíssima e que vem ganhando muita força, é a metodologia ágil. Modelos como o Scrum e o Kanban são quase um pré-requisito para equipes de projetos de software.

Mas muito se engana quem acha que apenas fabricas de software podem lançar mão desse recurso. Quem conhece a ferramenta, sabe que é fácil adaptá-la a qualquer segmento. Vale a pena investir na agilidade do seu time!

4. Testes automatizados fazem a diferença

Esse tópico é exclusividade do pessoal de sistemas, mas nem por isso poderia ficar de fora desta lista. A importância do teste automatizado vai além da qualidade do código. Com ele, o gestor vai reduzir os erros no sistema, derrubar os chamados de suporte e possibilitar testes de regressão e de impacto em poucos minutos. É a otimização de processos antes mesmo de eles existirem!

Quem já precisou testar o impacto de uma alteração no software sabe o quanto esse processo é dispendioso. Quer aumentar a qualidade do seu software e ainda reduzir custo de suporte? Essa é a chave!

5. Implemente ferramentas de gestão de tempo

Um bicho-papão da gestão de equipes é o controle do tempo gasto pelo colaborador no ambiente de trabalho. Claro, não podemos achar que o a equipe vá dedicar 100% do tempo no trabalho. É impossível. O ócio criativo deve ser compreendido e até incentivado. Mas é preciso foco nos resultados e ferramentas como o Rescue Time são ótimas para saber onde está indo o tempo de cada um durante o trabalho.

O próprio colaborador pode medir o seu foco por meio da ferramenta. Mas cuidado: apesar de positiva, essa ação pode dar ares de pressão e controle que desestimulam a equipe. Explique a intenção da ferramenta e deixe claro que todos saem ganhando com ela.

6. Estabeleça metas atingíveis

A maior otimização de processos que existe é a motivação do time. Uma equipe que trabalha sem saber qual o seu objetivo pode perder o foco e o gás rapidamente. Afinal, como disse Lewis Carrol (autor de Alice no país das maravilhas), “para quem não sabe para onde vai, qualquer caminho serve”.

Estabeleça objetivos e recompensas. Esse tipo de iniciativa faz com que a equipe mantenha a motivação. Estipule metas atingíveis para que a equipe tenha um índice de frustração baixo e comemore cada conquista dos seus comandados.

Com essas dicas simples, além de conseguir resultados expressivos com a otimização de processos, o gestor terá uma equipe engajada. Veja também como reduzir custos de TI e potencialize a gestão na sua empresa!

Gostou do post? Gostaria de saber mais sobre otimização de processos? Entre em contato com nossos consultores. Eles podem indicar as melhores ferramentas e metodologias para a sua empresa.