Desde sempre, o varejo é um mercado que movimenta bilhões, sendo um dos principais motores da economia nacional. Mas mesmo este setor também foi afetado pela crise. No terceiro trimestre deste ano, a Via Varejo, empresa do Grupo Pão de Açúcar que reúne as redes Casas Bahia e Ponto Frio, fechou 31 lojas. Sendo que 28 eram do Ponto Frio e três pertenciam às Casas Bahia.

Nesta fase difícil, a redução de custos pode ser o diferencial entre a falência de uma empresa e a sobrevivência dela. Ainda mais dentro de um mercado tão competitivo.

Assim, qualquer profissional que saiba diminuir os custos do processo de produção é bem valorizado. E isto inclui a área de tecnologia de informação.

Por isto separamos 7 dicas sobre a redução de gastos que um especialista em TI pode gerar numa companhia.

1) Escolha a ferramenta
Como cada empresa de varejo possuem funcionamentos e processos distintos, saber qual ferramenta de automação se encaixa no perfil de cada um é essencial. Os softwares mais indicados são os que possibilitam gerenciar incumbências de qualquer tamanho. Pois deste modo, eles terão condições para crescer com o negócio e se adequar às mudanças. Procure saber quais as ferramentas que grupos como o WallMart e o Pão de Açúcar utilizam.

2) Padronize o sistema
A unificação das funções internas só traz benefícios para uma organização. Ela permite a criação de um conjunto riquíssimo de dados que pode servir para orientar futuras decisões considerando inclusive, o estoque e disponibilidade dos produtos. Além disso, a comunicação entre os setores internos se torna mais efetiva, ganhando tempo que é um fator decisivo nos negócios.

3) Strategic Sourcing
o Strategic Sourcing é um método que objetiva a redução de custos e o aumento do desempenho da área de compras através da identificação e estruturação em etapas. Ela monitora e mapeia o fluxo detalhado da aquisição do produto, serviço, mercado fornecedor, cotações, etc. Assim, é possível maximizar os resultados.

4) Escolha os servidores
Os servidores são uma peça fundamental dentro da empresa. Eles têm a responsabilidade de arquivar e gerenciar todos os tipos de informações que os usuários inserem em suas pastas. Um servidor potente garante a estabilidade do sistema e o fluxo de informações mais ágil, evitando quedas que comprometem a funcionalidade dos processos. Portanto, os custos podem ser reduzidos se a empresa optar por trocar os serviços de diversos servidores mais fracos por, no máximo, dois servidores mais potentes.

5) Automatize os processos operacionais
Dentro do varejo existem muitas atividades rotineiras e repetitivas. A automatização delas assegura a economia de tempo e 100% da produtividade e confiabilidade. Uma vez que repetições são mais propícias a erros humanos.

6) Considere a Cloud
Hospedar a infraestrutura de TI e a base de dados na nuvem pode gerar uma redução de custos considerável. Geralmente um data base físico implica em taxas de manutenção e atualizações com novas versões. Enquanto um sistema em nuvem não exige tarifas e ainda agrega a mobilidade ao processo, já que pode ser acessado de qualquer lugar.

7) Terceirize
Realizar parcerias com gerenciadores externos de serviços de TI pode trazer mais benefícios do que centralizar todo o controle de infraestrutura. Ao subdividir esta coordenação, a empresa poupa despesas com manutenções e aumenta o networking. Outra vantagem é que a companhia não precisa ter o conhecimento preciso de cada etapa deste gerenciamento. E assim, seus funcionários podem se dedicar a outros segmentos.