O Retorno sobre o Investimento, conhecido como ROI, é uma das métricas mais importantes para avaliar o sucesso de um projeto de monitoramento de TI. Ele serve para identificar qual é o retorno, geralmente financeiro, que o projeto foi capaz de proporcionar para a organização.

Por meio do cálculo do ROI, você será capaz de saber se o seu projeto está sendo eficiente, conquistando os objetivos propostos em seu planejamento. Continue a leitura e veja como calcular o ROI do seu projeto!

Como é feito o cálculo do ROI?

Calcular o ROI é mais fácil do que muita gente imagina: basta calcular todo o lucro líquido gerado pelo projeto realizado por sua empresa, subtraindo desse valor todo o investimento necessário para fazer o projeto funcionar.

Para ficar mais claro, confira este exemplo:

Imagine que sua empresa tenha investido um total de R$ 3.000 na execução de um projeto de monitoramento. Depois de finalizado, você constatou que o projeto gerou um total de R$ 9.000,00 de lucro para sua organização.

Para saber o ROI desse projeto, o cálculo seria feito da seguinte forma:

ROI = (Lucro do projeto − Investimento na execução do projeto) / Investimento na execução do projeto

ROI = (R$ 9.000 − R$ 3.000) / R$ 6.000

ROI = R$ 6.000 / R$ 3.000

ROI = 2

Com este resultado, você pode chegar à conclusão de que com um investimento de R$ 3.000,00 na execução de seu projeto, a empresa gerou 200% de retorno sobre o seu investimento.

Em outras palavras, podemos dizer que a cada R$ 1,00 investido no projeto sua empresa gerou um lucro de R$ 2,00.

Como calcular o ROI de um projeto?

Na hora de calcular o ROI do projeto de monitoramento, muitos profissionais se perguntam: como identificar os valores corretos de investimento e lucro? Como saber se o ROI gerado por meio do meu projeto é satisfatório?

Essas dúvidas podem ser sanadas seguindo o passo a passo abaixo:

Saiba qual é o investimento necessário para o projeto

Todo projeto de monitoramento exige a realização de investimentos diretos e indiretos para a sua execução e todos eles devem ser levados em consideração para o cálculo do ROI.

Entre os investimentos diretos podemos listar a aquisição de toda a infraestrutura de TI, os equipamentos, softwares, reformas nas instalações e todos os custos necessários para fazer o projeto funcionar.

Entre os custos indiretos estão as horas pagas para cada colaborador envolvido no projeto, os custos de manutenção e energia, entre outros.

É por meio da soma de todos esses custos que você será capaz de determinar qual é o investimento necessário para a execução do projeto.

Saiba como identificar os lucros obtidos pelo projeto

Este é outro aspecto que muita gente tem dúvidas na hora de calcular o ROI de um projeto de monitoramento. Isso porque este tipo de projeto não gera um lucro direto, facilmente identificável, como a venda de um produto, por exemplo.

Para identificar o lucro do projeto, você deve levar em consideração os ganhos de produtividade que ele proporciona para sua empresa, incluindo a redução dos custos na produção.

A redução de 20% em problemas no servidor, por exemplo, influencia diretamente nos lucros de uma organização e, por isso, deve ser levada em consideração na hora de calcular o ROI de seu projeto de monitoramento.

Avalie os resultados de diversos projetos de sua empresa

Uma prática que pode ajudar você a definir o ROI ideal para os seus projetos de monitoramento é a análise dos resultados de diversos projetos realizados de sua organização.

Fazendo isso, você será capaz de identificar aqueles que garantiram melhores resultados para sua empresa e que, por isso, devem ser usados como modelo em projetos no futuro. Desse modo, você poderá aumentar a eficiência de sua equipe, garantindo lucros ainda maiores para sua empresa.

Agora que você já sabe como calcular o ROI em projetos de monitoramento, não deixe de conferir os principais motivos pelos quais os projetos de TI costumam falhar!